quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Chef Laurent

Em busca de conhecimento da base clássica, para que eu pudesse bRiNcAr um pouco na cozinha – com o que a natureza proporciona lá na roça de Ibiúna, com o “fruto da estação” que de vez em quando me cai no colo de presente e com as compras do mercadão ou da feira daqueles dias que acordo inspirada para os sabores – fui fazer o Módulo Inicial na Escola de Artes Culinárias do chef Laurent.
Encontrei um mestre artesão referencial não só para a arte culinária mas para minha arte cerâmica principalmente.
Durante estes dias foram inúmeras sinapses e tão naturais que trocando o vocabulário específico poderíamos estar falando de qualquer arte – cinema, teatro, fotografia, escultura, etc
Com sua habilidade manual (gestual bonito de ver!!!) e sua cabeça sEEEmpre funcionando, o chef expressa com as mãos o seu pensamento, executa o prato com rigor, desde a mais crua preparação até o ultimo toque de sua palheta de sabores apurados, e no resultado de sua obras está expressa sua reflexão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário